ENSINO

No que diz respeito ao ensino, o Programa de Educação Tutorial de Agronomia, PET/Agronomia vem desenvolvendo, desde 1995 – ano da sua implantação na Faculdade de Ciências Agrárias do Pará – FCAP, atualmente Universidade Federal Rural da Amazônia –  UFRA, uma série de atividades que envolve a participação e integração do grupo com os corpos discentes e docentes da instituições. As atividades de ensino desenvolvidas pelos petianos são: O grupo PET-Agronomia vem participando de vários seminários, encontros, congresso e palestras dentro e fora da UFRA, seja apresentando trabalhos de iniciação científica, como ouvintes ou dando apoio para realização dos mesmos.

Realização de leituras durante as reuniões semanais, os petianos procuram desenvolver atividades de leituras de temas nacionais e internacionais (língua inglesa) que estejam direta ou indiretamente ligados à área de ciências agrárias, e que sejam relevantes para formação global dos mesmos. Todos os petianos são obrigados a desenvolver tais leituras e, após o término das mesmas, realiza-se debates sobre o tema em questão, e posterior avaliação por parte do grupo.

Promoção de Ciclo de Videos e Palestras. O PET – Agronomia promove, dentro e fora da instituição, ciclos de palestras que são organizados e executados pelos próprios petianos. As palestras, em forma de painel, são ministradas por duplas de integrantes. Os integrantes procuram abordar temas que sejam de relevância estadual, regional e nacional.

Promoção de Eventos. O PET – Agronomia já organizou e realizou 04 (quatro) Semanas de Valorização e Integração Agrária. Esta semana é composta de uma série de atividades – palestras, mesas-redondas, sessões de vídeos, atividades culturais, entre outras – que tem por objetivo atrair a participação em massa dos alunos de várias instituições de ensino superior e médio, que estejam de alguma forma ligados às ciências agrárias. 

Estudo de Idioma Estrangeiro e Informática. O conhecimento de informática e de idioma estrangeiro é de fundamental importância na preparação dos integrantes para a pós-graduação e para o mercado de trabalho. Dessa forma, todos devem cursar, no mínimo, um idioma estrangeiro (preferencialmente inglês) e manipular equipamentos de informática, que lhes possibilitem desenvolver as suas atividades a contento. 

Aperfeiçoamento da Linguagem Escrita. Para aperfeiçoar a linguagem escrita, os petianos elaboram monografias, artigos científicos ou de divulgação científica, resenhas críticas, resumos de capítulos de livros, resumos de temas de jornais e revistas, e outras atividades concernentes às exigências do programa.Todas estas atividades de ensino desenvolvidas pelo programa faz parte de um planejamento que envolve também as atividades de pesquisa e extensão. Estas atividades permitem o desenvolvimento de habilidades de resolução de problemas e pensamento crítico entre os integrantes, proporcionando-lhes uma compreensão mais integral do, que ocorre consigo mesmo e até mesmo em nível mundial.